Pag.12 | Lá vai uma, lá vão duas... três, quatro...quantos mais KEGEL tenho que fazer?



Querido Diário


Faço kegel, kegel, kegel e não acontece nada, não vejo melhorias!! Quem disse que os Kegel serviam para tudo!! É importante difundir estes exercícios porque assim estamos a espalhar a mensagem que é fundamental dedicar um tempo às nossa zonas mais íntimas. Pensar muitas vezes nelas! Mas os kegel, não são o milagre para todos os pipis e suas incontinências, dores e afins. Afinal até podem piorar...


O objectivo será sempre um pavimento pélvico que sim consiga contrair forte, mas consiga também relaxar com a eficácia de uma yogi, e ter a destreza de uma ninja!!

Hoje em dia na nossa sociedade a Força, é supervalorizada, como se fosse a única capacidade com valor neste mundo...! Quando na verdade é a flexibilidade e capacidade de adaptação constantemente às circunstâncias que assume uma maior importância... o pavimento pélvico deve ter a capacidade para se adaptar com muita agilidade aos gestos do dia-a-dia. Não pode ser só "rígido" e forte, tem que alternar com o "mole" e flexível (atenção que não escrevi fraco!!) É nesta fluidez de resposta (com uma boa coordenação muscular com o resto do corpo) que temos um pavimento pélvico de boa saúde e pipis sem queixas...


Dizer que temos KEGEL'ar 100 ou 200x ao dia não faz total sentido! Mas pior ainda, é quando dizem para parar o xixi várias vezes para ficar com um pavimento pélvico forte....POR AMOR DA SANTA PAREM JÁ!! não podemos parar fluxo de urina, não, não e não!! Está muito incorrecto e podemos estragar a boa relação que temos com a nossa bexiga, que é tão sensível e funciona tão bem!


Então devemos fazer Kegel ou não?! Sim, devemos quando é necessário algo tão localizado (analítico), quando o pavimento pélvico necessita realmente de recuperar força, resistência e coordenação muscular...e sim para conhecer e conectar, ter melhor controle destes músculos tão profundos e especiais, melhorar a vascularização e sensações. Mas o pavimento pélvico não mora sozinho no nosso corpo, por isso os kegel podem não funcionar... Existe uma estreita relação com a vizinhança do abdómen e não só...


Mas na minha opinião, o mais importante é que devemos sempre e para sempre cuidar da nossa postura!! Porque essa sim é uma verdadeira vilã mascarada para a saúde dos nossos pipis. Não há quem sobreviva anos debaixo de tanta pressão com saúde de ferro! São os gestos repetidos vezes sem conta que fazemos no dia-a-dia que vão determinar a saúde pélvica. Por isso minhas senhoras, em termos gerais na hora de decidir que exercícios fazer, e se não tenho sensações estranhas vindas do pipi, perdas ou dor, mais vale investir o nosso valioso tempo em conquistar uma postura de Rainha...


Quantas Rainhas temos por aqui?


Com carinho

A vossa fisioterapeuta do Pipi

Ana Carina Portugal


20 visualizações

FISIOHANDME

Praceta José Regio, nº4 | Setúbal

 

fisiohandme@gmail.com 

 

 934843072

  • Fisiohandme Instagram
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - White Circle
  • LinkedIn - Grey Circle